Pium, sábado 19 de outubro de 2019

Educação

Cursos do PRONATEC do SENAR estimulam empreendedorismo nos alunos do município de Barra do Ouro

16/05/2014 11h09

Ascom Faet Senar Cerca de 50 alunos participam de capacitações nas áreas de Fruticultura e Operação de Sistema de Irrigação no município de Barra do Ouro

Cerca de 50 alunos participam de capacitações nas áreas de Fruticultura e Operação de Sistema de Irrigação no município de Barra do Ouro, realizadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins (SENAR), entidade coordenada pela presidente do Sistema CNA/FAET/SENAR, senadora Kátia Abreu, através do PRONATEC Rural.

Os cursos tiveram início no dia 7 de abril e, além do conteúdo específico, os instrutores oferecem noções de empreendedorismo, o que vem alcançando resultados positivos nos participantes.

Uma das turmas de Fruticultura faz aulas no povoado Morro Grande, a 20 km de Barra do Ouro, na Escola Municipal Eustáquio Antônio de Oliveira. Uma das alunas, Maria Imaculada, 48 anos, é professora e busca outra renda. Ela diz que o projeto da turma é montar uma associação para cultivar uma grande diversidade de frutas. “Esse curso nos mostrou quantas oportunidades de negócio estamos perdendo. Aqui nós temos pouca oferta de frutas frescas, e uma demanda muito grande. Agora sabemos a maneira certa de plantar, colher e vender. Vamos colocar tudo em prática”.

Na outra turma, também de Fruticultura, foi criado um cenário onde um grupo de alunas monta uma barraca para venda de frutas na porta de casa. A mercadoria foi fornecida pelo pai de uma delas, que é produtor de bananas. Betânia Soares, 36 anos, é lavradora, e está nesse projeto. Entusiasmada, diz que pretende expandir o negócio.

O curso de Operação de Sistema de Irrigação tem uma turma com 15 alunos, onde a maioria já trabalhava no plantio, mas fazia a hidratação da plantação de forma errada ou amadora. Segundo o instrutor da capacitação, Deusivaldo Santos, o curso proporciona conhecimento desde a montagem à operação e manutenção do sistema de irrigação.

Antes mesmo de concluir o curso, Maria Luzia Neves, 60 anos, resolveu colocar em prática o aprendizado. Ela produz hortaliças e milho e afirma que já pôs em prática o conteúdo das aulas. “Deu certo. Os pés de milho estão sendo irrigados todos os dias. Agora preciso aprender a plantar mais variedades de frutas através das orientação do PRONATEC”, disse a produtora.

A carga horária do curso de Fruticultura é de 200 horas/aula, e a de Operador de Sistema de Irrigação de 160, dividida em aulas práticas e teóricas

Assessoria de Comunicação FAET SENAR Tocantins

   

Comentários (0)

  • Nenhum comentário publicado. Clique aqui para comentar.
Jornal Ecos do Tocantins    |    Contato: trajanocoelho@gmail.com    |    (63) 98444-2993